domingo, 31 de maio de 2009

Wanted



Hostia

[*] um equivalente de porra/cacete/brutal/sopapo consoante as situações. Não é bem asneira, mas não é muito educado, é muito útil quando se deixa cair algo ou chão ou simplesmente para descrever situações a terceiros "es la hostia" e já está, não há mais explicações a dar. Um verdadeiro tesouro linguístico.

*procuro a transcrição porque aqui não há os caracteres para a fazer

sábado, 30 de maio de 2009

Primavera Sound 09

video

black lips, bad kids
ontem à noite, numa loja da ray ban perto de si.

Black Lips tocaram uns 10 minutos dentro de uma tenda que vendia os óculos fetiche da geração myspace. Foi divertido, hoje, num concerto a sério, tenho curiosidade para ver como sai.


o gajo da t-shirt vermelha tem a pior cramalheira-forrada-a-ouro possível e não há ironia pós-moderna que o possa desculpar..

sexta-feira, 29 de maio de 2009

sexta-feira, 22 de maio de 2009

o meu cérebro está frito pt.2

Talvez seja do mau castelhano ultimamente praticado diariamente na sua versão escrita - com um resultado de quase cem páginas - que surge a necessidade de exercitar o português. Está a ficar ferrugento e pouco fluido, pela falta de oleamento diário, porque emails não são cartas, são post-it's. E quem é que usa acentos para dizer que o homem do gas esteve ca a ler o contador?

o meu cérebro está frito pt.1

Para o bem do meu trabalho académico e da minha sanidade mental, voltou a ficar mau tempo. É que com dias de verão como ontem, como é que é possível aguentar o confinamento bibliotecário?

metablogueando

este blogue está guardado no marcador do firefox sob a etiqueta blogues de amigos. engraçado, hum?

segunda-feira, 18 de maio de 2009

quarta-feira, 6 de maio de 2009

curtia saber como se colocam espaços entre entradas, porque fica muito feio assim

adágio

o cansaço mata o sentido de humor

os media

o verão está a começar por aqui, talvez por isso a ameaça da gripe A, ex-mexicana, ex-suína, seja cada vez menor. Aparentemente toda a gente esteve no México nos últimos tempos, eu pelo menos, vou recebendo comunicados com os sintomas a detectar antes de rumar ao centro de saúde. Mas a mensagem não chega. A gripe existe nas notícias, nos jornais e no México. Se lermos o público, existe ali ao lado, em Espanha. Mas não aqui, onde eu estou.

Enganados